Humildade

Seguimos nossa Jornada de Valores 2020. Hoje trazemos o valor Humildade.

Consciência de si tem a ver com saber o que sei, saber o que não sei, reconhecendo nossas capacidades e nossa fragilidades. Humildade tem a ver com reconhecer que, seja qual for o nível do nosso saber e experiência, isso não nos faz dono da verdade ou melhor do que outros, ou nos faz ser o único que tem essas capacidades. É bom, sim, reconhecer o caminho percorrido, nossas conquistas e não negar nossas qualidades. É essencial, no entanto, nos lembrarmos de que cada um de nós ainda tem um longo caminho de aprendizados a percorrer. Existe um provérbio oriental que diz que “quando alcançarmos a perfeição, teremos cinco minutos para aproveitá-la”.  Humildade é nos lembrarmos de que estamos todos numa jornada de aprendizado e nos ajudarmos nessa jornada é o aprendizado maior.

A Humildade é o valor que abre nosso coração para sentirmos gratidão para com aqueles com quem aprendemos, para escutarmos com interesse genuíno quem tem histórias para contar, histórias que podem nos inspirar. É também sabermos reconhecer quando precisamos de ajuda, sabermos pedir essa ajuda e sabermos recebê-la com gratidão.

Humildade é essencial para não nos perdermos quando estivermos lidando com momentos de fama, prestígio e poder, e para sabermos lidar com as consequentes ressonâncias lisonjeiras que chegam até nós. É ter consciência de que não é aí a fonte de nosso valor enquanto ser humano. O importante é o que fazemos com isso para tornar mais leve a nossa vida e a de outros.

Humildade é fazer o bem de forma silenciosa, sem alarde. É ser, simplesmente, sem o suporte do barulho exterior. Sentir alegria e tranquila satisfação com nosso sucesso e conquistas é legítimo; sentir-se superior aos outros por causa disso não é uma opção.

Alba Torres e Angela Torres

Clientes

Fale conosco

Se você procura uma nova forma de perceber a liderança e as relações pessoais dentro da sua organização, fale conosco.

Solicitar um orçamento