Gratidão

Gratidão é reconhecer as benções que estão aqui, em nossas vidas.  Bençãos que nos chegaram, direta ou indiretamente pelas mãos de outra pessoa ou pelas mãos daqueles que juntaram suas mãos às nossas. Quando nos chegam pelas mãos de outras pessoas, Gratidão é saber apreciar seus gestos, seus esforços, seu desprendimento. O reconhecimento, silencioso ou expressado, do valor e o benefício que esses gestos e esforços contribuíram para nossas vidas e de nossas famílias, fortalece o outro e fortalece nosso vínculo com ele.  E sentimos que, da mesma forma, podemos e queremos fazer algo em troca.

Pelo caminho da Gratidão reforçamos a conexão com o melhor de nós mesmos, fortalecemos nossos vínculos como uma família, como membros de uma só comunidade de seres humanos. O valor Gratidão é um valor de sobrevivência da espécie.

Ao sermos gratos pelo que nos chega de forma inesperada, sem que nos seja possível identificar quem, quais esforços e/ou o passo a passo que finalizou com a chegada dessa benção até nós, fortalecemos nosso vínculo com o mistério da Vida.

Sermos gratos nos torna humildes, vemos o que quanto precisamos uns dos outros para sustentar a teia da vida, cada um dando o melhor de si, do mesmo jeito que as células do nosso corpo que trabalham juntas para o bem-estar do todo.

A Gratidão Compartilhada por um grupo, pelo trabalho conjunto bem realizado, por exemplo em um contexto organizacional, fortalece cada membro do grupo e o grupo como um todo. Estamos sempre aprendendo uns com os outros. Quem lidera por valores, pratica!

Um desafio para a prática da Gratidão é reconhecer os benefícios trazidos por uma circunstância adversa. O benefício nem sempre é imediato.  Tarda para chegar. Às vezes demora anos para percebermos. Paciência!  Ainda que não compreendamos, ou sejamos capazes de reconhecer qual será esse benefício futuro, podemos ser gratos pelos aprendizados que adquirimos durante nossa dedicação pela superação.

Meu pai me ensinou sobre gratidão sem nunca ter falado essa palavra (que eu me lembre). Mas ele dizia: “o que aconteceu de bom hoje?” As vezes ele era mais direto: “aprendeu o que?”

Um convite: olhe prá dentro, olhe em volta, olhe à frente, reconheça para o outro ou para a Vida, diga sim, todos os dias:

  1. “Sou grato(a) por…..”
  2. “Sou grato(a) por…..”
  3. “Sou grato(a) por…..”

Gratidão a vocês por me impulsionarem a fazer essas reflexões que tanto bem me fazem, e por ter esse meio para compartilhá-las com todos vocês.

Clientes

Fale conosco

Se você procura uma nova forma de perceber a liderança e as relações pessoais dentro da sua organização, fale conosco.

Solicitar um orçamento